Innovation Projects

+SOR.UAV

Designação do Projeto: +SOR.UAV

Código do Projeto: 14702

Objetivo principal:

A ambição do +SOR.UAV foi equipar infraestruturalmente a empresa para que esta responda eficaz e eficientemente a necessidades, desafios, e oportunidades geradas pela maturidade tecnológica que a empresa já adquiriu, sem contudo perder a agilidade e versatilidade que a caracteriza. Respondeu também à curiosidade que já suscitou e espaço que já ocupa nos mercados onde atua, seja enquanto fornecedor, parceiro, ou promotor. Por fim, teve a função de credibilizar os seus procedimentos de desenvolvimento, teste, e industrialização dos seus produtos, apresentando-a num contexto com o nível de ambição, requisitos e expectativas dos mercados que endereça.

Região de intervenção: Alentejo

Entidade beneficiária: TEKEVER AUTONOMOUS SYSTEMS

Data de aprovação: 2016-06-30

Data de início: 2015-11-01

Data de conclusão: 2017-10-31

Custo total elegível: 1.227.924,00€

Apoio financeiro da União Europeia: 859.546,80€

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

Este projecto visou a implementação de um complexo tecnológico dotado de infraestruturas, equipamentos e recursos adequados, palco de áreas tecnológicas em desenvolvimento que estão na charneira do estado da arte sito no Aeródromo de Ponte de Sor. O espaço foi preparado para alojar um conjunto de profissionais altamente qualificados, propício ao desenvolvimento e teste de tecnologia para sistemas autonómos e não tripulados e adequado à constante necessidade de receber clientes e parceiros tecnológicos internacionais. A localização escolhida foi potenciada pela existência de um cluster aeronáutico no concelho, contribuindo para a sua consolidação, o que permitiu explorar diversas vantagens competitivas e sinergias. O projecto da empresa junta-se a um conjunto de investimentos já sediados na infraestrutura, como é o caso da academia internacional de pilotos, de várias empresas de manutenção de aeronaves e da própria sede dos meios aéreos da Autoridade Nacional de Proteção Civil. A presença da TEKEVER AS neste espaço aporta competências totalmente complementares às das organizações já aí presentes, nomeadamente acrescentando capacidades de comprovado reconhecimento internacional na área da investigação e desenvolvimento, e da produção de sistemas aéreos não tripulados. Desta forma, o Aerodromo Municipal de Ponte de Sor passou a alojar intuições em todas as fases da cadeia de valor do mercado aeronáutico, desde a I&D, Produção, Manutenção, Formação e Utilização – algo verdadeiramente único no território nacional.

+SOR.COMMS

Designação do Projeto: +SOR.COMMS

Código do Projeto: 14966

Objetivo principal:

O objectivo do +SOR.COMMS foi equipar infraestruturalmente a empresa para que esta responda eficaz e eficientemente a necessidades, desafios, e oportunidades geradas pela maturidade tecnológica que a empresa já adquiriu, sem contudo perder a agilidade e versatilidade que a caracteriza. Teve também a função de credibilizar os seus procedimentos de desenvolvimento, teste, e industrialização dos seus produtos, apresentando-a num contexto com o nível de ambição, requisitos e expectativas dos mercados que endereça.

Região de intervenção: Alentejo

Entidade beneficiária: TEKEVER COMMUNICATION SYSTEMS

Data de aprovação: 2016-04-06

Data de início: 2016-02-01

Data de conclusão: 2018-01-31

Custo total elegível: 318.994,00€

Apoio financeiro da União Europeia: 191.396,40€

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

Este projecto visou a implementação de um complexo tecnológico dotado de infraestruturas, equipamentos e recursos adequados, palco de áreas tecnológicas em desenvolvimento que estão na charneira do estado da arte na área das comunicações. O espaço foi preparado para alojar um conjunto de profissionais altamente qualificados, propício ao desenvolvimento e teste de tecnologia de vanguarda e adequado à constante necessidade de receber clientes e parceiros tecnológicos internacionais.

O investimento realizado focou-se fundamentamente em áreas relacionadas com a Engenharia Electrónica e de Telecomunicações. Ao criar um espaço privilegiado no Aeródromo de Ponte de Sor, a empresa capacitou-se com os equipamentos e as instalações que necessita para responder à necessidade de entregar soluções de elevada qualidade, em condições de serem comercializadas e que respeitam um conjunto de especificações e assegurem procedimentos pré estabelecidos. A natureza das instalações, bem como a sua envolvente (nomeadamente a existência de outras entidades que trabalham em áreas afins), permitiu dotar o espaço de uma grande dignidade, que foi complementada com os investimentos realizados no âmbito deste projecto.

O investimento proposto teve por base uma estratégia de negócio assente no conceito PLATAFORMA-PRODUTO- SOLUÇÃO e focou-se em equipamentos para produção, assemblagem, teste e validação de sistemas eletrónicos.

+SOR.SPACE

Designação do Projeto: +SOR.SPACE

Código do Projeto: 15020

Objetivo principal:

O objectivo do +SOR.SPACE foi equipar infraestruturalmente a empresa para que esta responda eficaz e eficientemente a necessidades, desafios, e oportunidades geradas pela maturidade tecnológica que a empresa já adquiriu, sem contudo perder a agilidade e versatilidade que a caracteriza. Teve também a função de credibilizar os seus procedimentos de desenvolvimento, teste, e industrialização dos seus produtos, apresentando-a num contexto com o nível de ambição, requisitos e expectativas dos mercados que endereça.

Região de intervenção: Alentejo

Entidade beneficiária: TEKEVER SPACE

Data de aprovação: 2016-04-06

Data de início: 2016-01-01

Data de conclusão: 2017-12-31

Custo total elegível: 435.131,56€

Apoio financeiro da União Europeia: 261.078,94€

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

Os sectores dos micro- e nano-satélites e dos links inter-satélite são dois segmentos de mercado em franca expansão e que têm sido alvo de interesse generalizado, inicialmente no meio académico, posteriormente na indústria de pequena e média dimensão e finalmente nas próprias agências espaciais.

O projeto propôs-se a implementar um conjunto de infraestruturas, equipamentos e recursos adequados num complexo tecnológico partilhado com outras duas empresas do Grupo TEKEVER: A TEKEVER Autonomous Systems e a TEKEVER Communication Systems. Este complexo constitui uma peça importante na capacitação destas empresas para produção em larga escala e teste de produtos (novos e existentes) e estará na charneira do estado da arte na áreas relevantes (UAVs no caso da TEKEVER AS, comunicações no caso da TEKEVER CS e teste e qualificação de sistemas espaciais no caso da TEKEVER Space). O espaço foi preparado para alojar um conjunto de profissionais e equipamentos e tornou possível explorar sinergias entre a TEKEVER Space e TEKEVER Communication Systems. À medida que a segunda for forçando os limites da tecnologia de comunicações terrestre, a primeira poderá avaliar a integração de novas capacidades nos produtos espaciais e novos processos de spin-in para o espaço. Os investimentos realizados permitiram dotar a empresa de capacidades de teste e qualificação de sub-sistemas espaciais e nano-satélites de acordo com as normas Europeias e internacionais mais exigentes.

GAMACHIP

Designação do Projeto: GAMACHIP – Plataforma SDR integrada e multifuncional para comunicações espaciais

Código do Projeto: 33688

Objetivo principal:

O projeto GAMACHIP tem como objetivo principal a adaptação e implementação da arquitetura SDR da TEKEVER Space num único circuito integrado (ou chip). Este sistema apresenta grande potencial para satélites de reduzidas dimensões oferecendo comunicações inter-satélite e satélite-Terra com funcionalidades de ranging, navegação GPS, determinação de atitude, sincronização e networking. Este chip será desenhado para ser resiliente ao ambiente espacial através de métodos rad-hard by design.

Região de intervenção: Centro e Norte

Entidade beneficiária: TEKEVER Space

Data de aprovação: 24 Abril 2018

Data de início: 1 Junho 2018

Data de conclusão: 30 Maio 2018

Custo total elegível: 706.584,70 EUR

Apoio financeiro da União Europeia: 507.480,74 EUR (FEDER)

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

O projeto GAMACHIP consiste no desenvolvimento de uma arquitetura baseada em rádio definido por software (SDR) e sua implementação num único chip. A plataforma a ser desenvolvida visa o mercado espacial fornecendo soluções de comunicações satélite-Terra e inter-satélite com funcionalidades de sincronização, redes ad hoc e determinação de posição, distância e atitude. O GAMACHIP pretende dar resposta ao crescente número de nano e pico-satélites que são colocados em órbita todos os anos, tanto de âmbito comercial como universitário, requerendo sistemas compatíveis com as suas dimensões cada vez mais reduzidas. Este chip facilitará os processos de teste, validação e integração já que são uma prioridade destes mercados. Para além de libertar espaço para outros sistemas a bordo, o GAMACHIP permitirá a operação em diversas bandas de radiofrequência (para além da banda predefinida) quando conectado a circuitos externos, e potenciar missões de nano satélites fracionados que requerem voos coordenados.

Como o espaço é um ambiente nocivo para circuitos eletrónicos devido à interação com partículas ionizantes e radiação cósmica, o GAMACHIP engloba técnicas de proteção contra a radiação através da modificação da arquitetura original (rad-hardening by design). Assim, a integridade do sistema será prolongada viabilizando as missões espaciais a longo prazo e cumprindo os seus requisitos.

Devido aos constrangimentos técnicos na implementação da arquitetura SDR num único chip, este projeto propõe o desenvolvimento de um System in Package (SiP) para contornar o problema. Assim, vão-se desenvolver circuitos integrados (dies) para que operem como módulo de radiofrequência, com sinal analógico, e como módulo de processamento de sinal digital englobando também os conversores de sinal. Estes serão conjuntamente encapsulados garantindo a sua proteção e ligação a sistemas externos. O chip final estará pronto para integração e em processo de certificação pelas normas de agências espaciais.

PARRA

Designação do projeto: PARRA – Plataforma Integrada de Monitorização e Avaliação da Flavescência Dourada na vinha

Código do projeto: 003447

Objetivo principal: Desenvolver  uma  plataforma integrada de deteção automática da Flavescência Dourada na vinha.

Região de intervenção: Centro, Norte, Lisboa

Entidades beneficiária: TEKEVER ASDS

Data da aprovação: 2015-11-06

Data de início: 2016-04-01

Data de conclusão: 2019-04-01

Custo total elegível: 1.188.076,53€

Apoio financeiro da União Europeia: 684.229,52€ (POCI) e 92.188,35€ (PORLISBOA)

Objetivos, atividades e resultados esperados:

O projeto PARRA visa desenvolver um conjunto de tecnologias que contribuem para aumentar a capacidade de resposta à problemática da Flavescência Dourada (FD) na vinha. O impacto desta doença é particularmente agressivo resultando no arranque da vinha e na consequentemente redução da capacidade de produção com impacto económico. A deteção em larga escala da presença desta doença permite uma maior capacidade de resposta e intervenção.

É neste contexto que o projeto PARRA está a desenvolver tecnologias de deteção automática da presença da FD na vinha, explorando diferentes tipos de sensores embarcados em aeronaves não tripuladas – UAVs – visando uma mais rápida, célere e económica monitorização e recolha de dados das zonas a monitorar. Os dados recolhidos estão a ser processados e com um conjunto de algoritmos de análise, algoritmos em desenvolvimento no projeto, será realizada a deteção automática dos locais com maior probabilidade de existência da doença. Todos estes processos e dados são ainda integrados numa plataforma de gestão de operações onde os dados serão guardados e os processos de análise executados de forma automática, gerando os relatórios respetivos.

ROMOVI

Designação do Projeto: ROMOVI: Robot Modular e Cooperativo para Vinhas de encosta

Código do Projeto: 17945

Objetivo principal:

O principal objetivo do projeto ROMOVI é desenvolver um robot robusto e modular para operações de monitorização e logística para utilização em vinhas de encostas.

Região de intervenção: Centro e Norte

Entidade beneficiária: Tekever AS

Data de aprovação: 2016-07-26

Data de início: 2017-01-07

Data de conclusão: 2019-08-31

Custo total elegível: 1 027 856,77 €

Apoio financeiro da União Europeia: 697 867,91 €

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

O objetivo principal do projeto ROMOVI é o desenvolvimento de componentes robotizados e de uma plataforma móvel modular e extensível, que permitirá, no futuro, oferecer soluções comerciais para vinhas de encostas, capazes de executar de forma autónoma operações de monitorização e logística. O ROMOVI vai desenvolver uma plataforma de baixo custo, extremamente modular e versátil, capaz de integrar os mais diversos tipos de carga útil, tanto sensores como atuadores. Duas aplicações serão demonstradas através de um protótipo com capacidades de monitoramento e logística.